Rede Massa SBT fatura dois prêmios de Jornalismo Científico

O dia é de festa para a Rede Massa | SBT! A afiliada do SBT no Paraná ganhou dois troféus na categoria Jornalismo Científico no 36º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia, promovido pelo governo do Paraná.

De Curitiba, a matéria agraciada com a premiação abordou a tecnologia usada na aceleração da produção de pinhão nas araucárias, que permite colher a semente apenas cinco anos depois do plantio da árvore.

A reportagem é de Giselle Camargo e do repórter cinematográfico Moura Junior, com produção de Aline Peres, edição de texto de Sandra Guimarães e edição de imagem de Maurício Rodrigues.

A outra matéria da Rede Massa | SBT a receber o prêmio foi produzida pela equipe de Foz do Iguaçu. A repórter Luiza Morais e o cinegrafista Rahvi Duarte contaram a história de como a tecnologia e a inteligência artificial auxiliam crianças inseridas no transtorno do espectro autista (TEA).

A reportagem de Foz do Iguaçu ainda contou com edição de imagens de Leonardo Alamini e produção de Mariana Kojunski.

Rede Massa se destaca em prêmio de Jornalismo Científico

O Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia é organizado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) com o objetivo de reconhecer e estimular a produção científica e tecnológica, além das ações de extensão e inovação.

A premiação também valoriza profissionais e jovens talentos que contribuem para a produção científica e tecnológica no Paraná, e reconhece a imprensa comprometida com a comunicação pública da ciência.

Os trabalhos agraciados com o troféu foram avaliados por uma comissão julgadora formada por profissionais vinculados a instituições de pesquisa e programas de pós-graduação, e profissionais de comunicação de todo o país (com exceção do Paraná), escolhidos e convidados pela Coordenadoria de Ciência e Tecnologia da Seti.

Assista à matéria da Rede Massa Curitiba premiada clicando aqui.

Assista à reportagem da Rede Massa Foz do Iguaçu que ganhou o prêmio clicando aqui.